Brasil

Preso pela PF por golpe milionário,empresário expulso de padaria ostentava nas redes

Caso ocorreu em Barueri, na quarta-feira (31). Dono do estabelecimento chegou a perseguir cliente com pedaço de madeira na mão e fazer ameaças.

Em | Da Redação

Atualizado em

Preso pela PF por golpe milionário,empresário expulso de padaria ostentava nas redes
Preso por golpe milionário, empresário expulso de padaria ostentava nas redes

O empresário de 32 anos expulso de uma padaria em Barueri, em São Paulo, por usar notebook e depois preso em uma operação da Polícia Federal ostentava um vida de luxo nas redes sociais. Allan Barros frequentemente postava fotos com carros de luxo e viagens.

A operação que prendeu temporariamente o empresário foi deflagrada na terça-feira (27) e ele foi detido em Curitiba. O advogado Leonardo Dechatnik, que faz a defesa de Barros e da empresa Unimetaverso Gestão de Ativos Digitais e Marketing LTDA., disse em nota que o “cliente e sua empresa nunca foram objeto de processos por parte de investidores.”

Alan Barros (à esquerda) e Silvio Mazzafiori (à direita) — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

Nas redes sociais, Barros postava fotos em lugares como Maldivas, Londres, Paris e Abu Dhabi. Além de dirigir carros de luxo, ele aparece pilotando motos aquáticas e presenteando um parceiro de negócios com um relógio de luxo. Ele morava em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Cerca de um mês antes de ser preso, Barros foi expulso de uma padaria em Barueri. Em 31 de janeiro, o dono do lugar se irritou com ele pelo uso de notebook no local.

A Delegacia de Polícia de Barueri abriu um inquérito para investigar uma tentativa de agressão no caso, já que o proprietário da padaria tentou atacar Barros com um pedaço de madeira.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads