Esportes

Preparador físico de Sampaoli dá um soco no rosto de Pedro após vitória do Flamengo sobre o Galo

Pablo Fernández reclamou de comportamento em aquecimento, atacante retrucou e foi agredido

Em | Da Redação

Atualizado em

Preparador físico de Sampaoli dá um soco no rosto de Pedro após vitória do Flamengo sobre o Galo
Pablo Fernández reclamou de comportamento em aquecimento, atacante retrucou e foi agredido

Pedro registrou na polícia de Minas Gerais a agressão sofrida após a vitória do Flamengo sobre o Atlético-MG. Na madrugada deste domingo, o jogador prestou depoimento sobre caso protagonizado pelo preparador físico Pablo Fernández. O argentino não foi preso.

A confusão ocorreu no vestiário do Independência, estádio onde o time carioca venceu o Atlético-MG por 2 a 1 pelo Brasileirão, na noite de sábado. Após um desentendimento no aquecimento, o argentino, membro da comissão técnica de Jorge Sampaoli, deu um soco no rosto do atleta.

Posteriormente, pouco depois das 2h, os envolvidos foram à Central de Flagrantes da Polícia Civil, em outro local, para complementar o registro. Pedro e Pablo foram ouvidos por um delegado, que ainda colheu o depoimento de quatro testemunhas: o zagueiro Pablo, o atacante Everton Cebolinha, o volante Thiago Maia e o coordenador Gabriel Andreata. Braz não esteve neste momento. O diretor executivo Bruno Spindel, sim.

– Após o jogo, o atleta Pedro sofreu um golpe na face após uma breve discussão com o preparador físico. Ele questionou Pedro por não ter aquecido no segundo tempo. Pedro não gostou de ter sido interpelado, disse que não queria fazer o aquecimento e recebeu tapinhas no rosto do preparador. Pedro não gostou e tirou as mãos. Então, o preparador deu um passo para trás e desferiu um soco na face do jogador. Fizemos as oitivas, procedemos o Termo Circunstanciado e vamos encaminhá-lo ao Ministério Público. O jogador, portanto, representou o caso – explicou o delegado Marcos Pimenta, para completar

.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads