Brasil

Polícia encontra corpo de responsável por câmeras de clube onde petista morreu

Em | Da Redação

Atualizado em

Polícia encontra corpo de responsável por câmeras de clube onde petista morreu
Foto: reprodução internet

Mais um capítulo sobre o assassinato do petista Marcelo Arruda. O vigilante Claudinei Coco Esquarcini, um dos diretores da Associação Recreativa Esportiva Segurança Física de Itaipu (Aresf), em Foz do Iguaçu (PR), onde ocorreu o crime, foi encontrado morto nesse domingo (17).

Claudinei seria o “responsável pelo fornecimento de senhas” das câmeras de segurança na Aresf. O policial penal federal Jorge José Guaranho, acusado de ser o autor do assassinato de Marcelo Arruda, viu imagens do aniversário da vítima, antes de ir ao local e matar o guarda municipal e tesoureiro do PT.

De acordo com o Metropoles, um outro vigilante da Itaipu, identificado como José Augusto Fabri, disse que a permissão para ver as câmeras não era um procedimento comum e citou Claudinei como responsável por permitir acesso às imagens das câmeras de monitoramento do clube onde Arruda foi morto.

A defesa da Arruda esclareceu que o vigilante poderia ter repassado imagens da celebração ao policial penal federal, que mais tarde viria a cometer o assassinato.

 

Da redação do PortalPE10, com informações do Folha de São Paulo.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads