Logo G1
Brasil

Polícia Civil vai investigar pastor que atacou imagem de Nossa Senhora Aparecida

Em | Da Redação com informações de G1

Atualizado em

Polícia Civil vai investigar pastor que atacou imagem de Nossa Senhora Aparecida
Boletim de ocorrência foi registrado com base nas notícias sobre o caso e em divulgações nas redes sociais.

A Polícia Civil de Bastos (SP) vai investigar o Pastor Sérgio Fernandes, que atacou a imagem de Nossa Senhora Aparecida durante um culto no último domingo (1).

Segundo o delegado Sandro Simões, a ocorrência foi registrada na sexta-feira (7) com base nas notícias sobre o caso e em divulgações nas redes sociais. Com isso, o pastor é suspeito de vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso, crime que tem como pena prevista a detenção de um mês a um ano ou o pagamento de multa.

De acordo com o delegado, o pastor deve ser ouvido na próxima semana para a elaboração de um termo circunstanciado.

Em um vídeo que circula nas redes sociais, o pastor Sérgio Fernandes critica a Prefeitura de Bastos por ter colocado uma imagem de Nossa Senhora Aparecida em uma das entradas da cidade e afirma que ela não representa o município.

Na sequência, o religioso ataca a imagem da santa, chamando-a de “satanás fantasiado de azul”

O pastor chegou a se desculpar com a comunidade católica em uma carta pública. No texto disse que a intenção da sua fala era mostrar o descontentamento com uso do dinheiro público em um símbolo restrito a apenas uma religião.

“Venho por meio desta nota reconhecer que me excedi nos termos e argumentos usados, sendo ofensivo, ferindo a sensibilidade e a fé sincera de muitas pessoas (…) por reconhecer e me arrepender disso, venho publicamente me retratar e pedir perdão à comunidade católica e a todos os que se ofenderam com minha argumentação.” escreveu o religioso.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads