Brasil

Policia Civil divulga foto de falso pastor preso por golpes de R$ 150 mil

João Evangelista se apresentava como pastor, sendo suspeito de ter praticado fraudes por 16 vezes contra diversas vítimas.

Em | Da Redação

Atualizado em

Policia Civil divulga foto de falso pastor preso por golpes de R$ 150 mil
João Evangelista se apresentava como pastor, sendo suspeito de ter praticado fraudes por 16 vezes contra diversas vítimas

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) divulgou imagem do falso pastor evangélico suspeito de ter praticado fraudes ao menos 16 vezes contra diversas vítimas na capital do país. João Evangelista foi preso durante a operação Falso Profeta, deflagrada nessa terça-feira (25/6).

Segundo os investigadores, a medida visa identificar e localizar outras vítimas potenciais do autor, que praticou estelionatos em massa.

“Vai auxiliar na identificação de novas vítimas para que busquem reparação e contribuam para o processo penal em curso”, disse o delegado Paulo Almeida Júnior, da 14ª DP (Gama).

A PCDF acredita que a colaboração da mídia e da população é fundamental para garantir a segurança pública e prevenir que outras pessoas sejam vítimas dos golpes do pastor preso.

De acordo com a investigação, João utilizava diferentes métodos para enganar suas vítimas, destacando-se em negociações fraudulentas de veículos e lotes, além de praticar estelionato sentimental.

Em algumas ocasiões, o suspeito manipulava emocionalmente mulheres, que acreditavam estar em relacionamento, para obter vantagens financeiras.

O homem se identificava como pastor, utilizando a credibilidade e confiança associadas a essa posição, para reduzir o alerta das vítimas e facilitar a consumação das fraudes.

Para a PCDF, os crimes indicam um alto grau de planejamento e execução, aumentando a dificuldade para as vítimas percebessem o golpe a tempo de evitar prejuízos. Apenas no último golpe, o suspeito lucrou, de forma fraudulenta, cerca de R$ 150 mil.

Deixe sua opinião