Brasil

PM investiga policiais que liberaram motorista de Porsche que matou condutor de Sandero e fugiu

Em | Da Redação

Atualizado em

PM investiga policiais que liberaram motorista de Porsche que matou condutor de Sandero e fugiu
Porsche que bateu em Renault Sandero neste domingo (31) — Foto: Rômulo D’Ávila/ TV Globo

A Polícia Militar vai investigar a conduta dos agentes que liberaram o empresário Fernando Sastre de Andrade Filho, de 24 anos, do local do acidente após ele ter provocado a morte de uma pessoa, na madrugada de domingo (31/3), na zona leste de São Paulo. Segundo imagens de câmeras de monitoramento, Fernando dirigia seu Porsche, avaliado em mais de R$ 1 milhão, em altíssima velocidade.

A colisão provocada pelo empresário resultou na morte do motorista de aplicativo Ornaldo da Silva Viana, de 52 anos, que dirigia o Renault Sandero atingido pelo Porsche. Um passageiro do carro de luxo também ficou ferido e está internado.

Já Fernando Filho teria sofrido apenas ferimentos na boca. A mãe dele, Daniela Cristina de Medeiros Andrade, de 45 anos, foi até o local do acidente e afirmou à PM que iria levar o filho ao Hospital São Luiz Ibirapuera.

Porsche que bateu em Renault Sandero neste domingo (31) — Foto: Rômulo D’Ávila/ TV Globo

No entanto, horas depois, policiais foram até o hospital e foram informados que Fernando não havia dado entrada na unidade de saúde. Para a Polícia Civil, a atitude do empresário configurou fuga do local do acidente.

A Polícia Militar, por sua vez, instaurou uma investigação preliminar para apurar a conduta dos policiais que permitiram que ele deixasse o local do acidente com a mãe. A abertura do procedimento foi confirmada pela Secretaria da Segurança Pública (SSP).

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads