Política

PF prende dois suspeitos de ameaças a familiares de Alexandre de Moraes

A pedido da PGR, 2 são presos suspeitos de ameaça e stalking contra família de Moraes

Em | Da Redação

Atualizado em

PF prende dois suspeitos de ameaças a familiares de Alexandre de Moraes
O ministro Alexandre de Moraes, do STF – Evaristo Sá – 20.set.2023/AFP

A Polícia Federal cumpriu manhã desta sexta-feira (31) dois mandados de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão contra dois homens suspeitos de proferir ameaças contra a família do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

Os dois homens são irmãos. Um deles foi preso na Vila Clementino, bairro nobre da Zona Sul da cidade de São Paulo. O outro foi preso na cidade do Rio de Janeiro.

A investigação começou em abril, depois que e-mails anônimos começaram a chegar ao STF. As mensagens diziam que usaram bombas e sabiam o itinerário da filha do ministro Alexandre de Moraes.

A segurança do STF foi acionada e ajudou a Diretoria de Inteligência Policial (DIP) da PF a fazer os levantamentos.

As medidas foram solicitadas pela Procuradoria-Geral da República (PGR). A decisão chegou à PF nesta quinta-feira (30).

Os crimes que estão sendo apurados são: ameaça e perseguição, crime de “stalking”. A audiência de custódia está prevista para a tarde desta sexta.

Um dos suspeitos, preso no Rio, é fuzileiro naval da Marinha, identificado como Raul Fonseca de Oliveira. O outro, foi identificado como Oliveirino de Oliveira Junior. Até a última atualização desta reportagem, a defesa de Raul e de Oliveirino ainda não tinha sido localizada.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads