Brasil

PF faz operação contra empresários bolsonaristas por mensagens golpistas no WhatsApp

Em | Da Redação

Atualizado em

PF faz operação contra empresários bolsonaristas por mensagens golpistas no WhatsApp

Operação nesta terça-feira, 23, foi aberta por determinação do ministro do STF Alexandre de Moraes

A Polícia Federal (PF) cumpre nesta terça-feira, 23, mandados de busca e apreensão em endereços ligados a oito empresários bolsonaristas.

Os alvos são:

  • Afrânio Barreira Filho, do restaurante Coco Bambu;
  • Ivan Wrobel, da W3 Engenharia;
  • José Isaac Peres, do grupo Multiplan;
  • José Koury, dono do shopping Barra World;
  • Luciano Hang, da rede de lojas Havan;
  • Luiz André Tissot, da Sierra Móveis;
  • Marco Aurélio Raymundo, da Mormaii;
  • Meyer Joseph Nigri, da Tecnisa.

A operação foi aberta por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). A ordem foi expedida na última sexta-feira, 19, depois que o portal Metrópoles revelou mensagens golpistas em um grupo de WhatsApp dos empresários.

Os mandados estão sendo cumpridos em dez endereços residenciais e profissionais no Rio de Janeiro, Ceará, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo. O Estadão apurou que celulares foram apreendidos e serão periciados pela PF.

A coluna do jornalista Guilherme Amado, no Metrópoles, mostrou na semana passada que empresários apoiadores de longa data do presidente Jair Bolsonaro (PL) conversaram abertamente sobre um golpe de Estado caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) seja eleito.

Além das buscas, Moraes também determinou a quebra de sigilo bancário, o bloqueio de contas dos empresários e a suspensão de seus perfis nas redes sociais.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads