Logo Estadão
Política

PF descobriu plano para executar Lula com tiro de fuzil de longa distância na posse, diz Dino

Em | Da Redação com informações de Estadão

Atualizado em

PF descobriu plano para executar Lula com tiro de fuzil de longa distância na posse, diz Dino
Posse de Lula

 

Nesta sexta-feira (24) o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, disse que a Polícia Federal está investigando um plano para matar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante a posse, que ocorreu em 1º de janeiro.

Em uma entrevista ao Estadão, o ministro contou que investigadores encontraram um plano de assassinato com um tiro de fuzil, disparado a longa distância, durante troca de mensagens com um dos envolvidos no atentado a bomba
no Aeroporto de Brasília, em dezembro.

Brasília (DF) -16/02/2023 0 ministro da Justiça, Flávio Dino, acompanhando do diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Rodrigues, durante coletiva

Esse cidadão que está preso, da bomba, do aeroporto, no dia 24 [de dezembro], ele estava fazendo treino e obtendo instruções de como dar um tiro de fuzil de longa distância – disse Dino.

– Havia realmente atos preparatórios para a execução de um tiro que provavelmente ia ser um tiro no dia da posse – afirmou o ministro.

– Mas dias antes ele dá a entender, né? Porque pergunta: “Qual o fuzil que é mais adequado para tal distância?”; “E a tal mira?” Aí o instrutor diz: “Não, essa mira é melhor”. Ou seja, havia atos preparatórios para a execução de um tiro que ia ser um tiro no dia da posse de Lula – denunciou.

O empresário George Washington, de 54 anos, foi preso em 24 de dezembro do ano passado após montar uma bomba em área de acesso ao Aeroporto Internacional de Brasília.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads