Política

“Perseguição sem fim”, diz Bolsonaro sobre decisão de Alexandre de Moraes

O presidente do TSE manteve a inelegibilidade do ex-presidente

Em | Da Redação

Atualizado em

“Perseguição sem fim”, diz Bolsonaro sobre decisão de Alexandre de Moraes
Bolsonaro está inelegível por oito anos, contados a partir do primeiro turno das eleições 2022.
Neste domingo (26), o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) se pronunciou sobre a decisão do ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que manteve sua inelegibilidade ao negar um recurso da defesa.
 
Assinada na última sexta-feira (24), a decisão de Moraes se refere à condenação que se deu pelas comemorações do Bicentenário da Independência em Brasília e no Rio de Janeiro que foram consideradas como eventos eleitorais.
 
Para Bolsonaro, trata-se de uma perseguição:
 
– Perseguição sem fim. Mantida inelegibilidade e multa de R$ 425 mil a Jair Bolsonaro – disse ele em sua conta no X.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads