Brasil

Pastor é preso após tentar curar jovem no motel com sabão ‘consagrado’

A mulher pediu ao marido para buscá-la, em seguida o casal procurou a polícia e contou a situação.

Em | Da Redação

Atualizado em

Pastor é preso após tentar curar jovem no motel com sabão ‘consagrado’
Foto ilustrativa de banheira de hidromassagem de motel — Foto: PIXABAY/DIVULGAÇÃO

Após prometer curar um suposto câncer de uma fiel de 23 anos, um pastor acabou preso na noite de segunda-feira (10 de julho), pelo crime de violação sexual mediante fraude, depois de levar a jovem e o filho dela, uma criança de colo, para um quarto de motel de Governador Valadares, na região do Rio Doce, Minas Gerais. No estabelecimento, o suspeito de 45 anos prometeu curá-la com um banho usando um ‘sabonete consagrado”. As informações são do G1.

A Polícia Militar (PM) foi acionada pouco depois das 23h até o estabelecimento, localizado no bairro Santa Rita, depois que a mulher conseguiu sair do quarto e ligou para o marido, que procurou a corporação. No motel, ela contou que frequenta a Igreja Batista Renovada Rosa de Saron e, em um dia de oração, o pastor teria dito que teve uma “visão” e revelou que a mulher estaria com um câncer.

Depois de anunciar a doença, o suspeito então teria dito que poderia curá-la por meio de um procedimento. No dia marcado para o “ritual”, a vítima entrou no carro do pastor e, em dado momento, ele teria entrado em um local desconhecido e estacionou o veículo, momento em que desceram do carro e entraram no quarto do motel.

Foi então que o pastor teria dito que o procedimento aconteceria da seguinte forma: a mulher deveria passar um óleo e um sabonete específico para a cura. Porém, antes de iniciar a “cura”, o homem decidiu tomar um banho, momento em que a vítima aproveitou para fugir enquanto o suspeito estava dentro do banheiro.

Processo seria no “monte”, mas pastor desviou para motel

Ainda conforme a PM, o marido da vítima também prestou depoimento e contou que o procedimento de cura aconteceria inicialmente em um local conhecido como “monte”.

Versão do pastor

Após o relato da vitima, o militares foram até o motel e encontraram o pastor que deu uma versão diferente. Ele contou que há aproximadamente 30 dias a jovem o procurou em uma rede social pedindo cesta básica. O homem afirmou a PM, que tem costume de fazer doações.

Depois do primeiro contato, a jovem passou a frequentar a igreja onde ele é pastor. Em um dia de orações, teve uma visão, em que foi revelado que a mulher estava com câncer e que ele tinha como curá-la.

Ainda de acordo com a PM, o pastor contou que marcou com a jovem para subir um monte para iniciar o procedimento, mas como a vítima estava com um bebê de colo ele achou melhor ir para um local mais fresco, para o conforto da criança, seguindo para o motel.

O pastor ainda contou a polícia, que achou que o local era um hotel comum e que, dentro do quarto, explicou a jovem como seria o procedimento: passaria um óleo ungido na cabeça dela, depois ela tomaria um banho com um sabonete consagrado.

De acordo com o boletim de ocorrência, o pastor disse que resolveu tomar um banho para se limpar e que ao sair do banheiro, não encontrou a jovem mais no quarto.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads