Brasil Entretenimento

Oscar Schmidt decide parar tratamento contra câncer no cérebro: “Perdi o medo de morrer”

Em | Da Redação

Atualizado em

Oscar Schmidt decide parar tratamento contra câncer no cérebro: “Perdi o medo de morrer”
(Foto: Divulgação/RedeTV)

Diagnosticado com câncer no cérebro há 11 anos, a lenda do basquete brasileiro Oscar Schmidt desistiu do tratamento. Segundo revelou em entrevista à Rede TV, ele abriu mão das sessões de quimioterapia. Em 2011, quando descobriu o câncer, Oscar chegou a passar por processos cirúrgicos. Aos 64 anos, a estrela revelou que perdeu o medo de morrer e que agora quer focar sua energia exclusivamente nos familiares.

– Eu fiz quimioterapia, que eu parei esse ano. Eu mesmo decidi parar. O doutor falou, há três anos, que estava pensando em parar com a quimioterapia. Eu falei: o senhor que me matar, doutor? Aí, continuamos mais dois anos e meio e eu parei no começo desse ano porque, se ele falou dois anos e meio atrás siginifica que eu estou curado. E foi isso que aconteceu. O papa me abençoou, botou a mão em mim, nunca tinha chegado perto do papa – disse, na entrevista. – Parei (com o tratamento) esse ano, eu mesmo decidi parar. Morria de medo de morrer. Fechar o olho e não acordar mais, para mim era um terror. E graças ao tumor, perdi esse medo. Não quero ser o melhor palestrante ou o melhor jogador. Quero ser um marido e pai melhor.

Oscar Schmidt é considerado um dos maiores jogadores de basquete da história, mesmo sem ter jogado na Liga Americana, a NBA. Com 49.737 pontos marcados é considerado o maior pontuador da modalidade, superando de Kareem Abdul Jabbar. Este recorde, no entanto, é extraoficial já que na época em que atuou no Brasil não havia súmulas para comprovar o feito. Em 2013, Oscar entrou para o Hall da Fama do Basquete, que fica justamente nos Estados Unidos.

(As informações são do Globo Esporte)

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads