Noticias

Neymar não transfere título e terá que viajar para o Brasil se quiser votar em Bolsonaro

Em | Da Redação

Atualizado em

Neymar não transfere título e terá que viajar para o Brasil se quiser votar em Bolsonaro

Neymar não transfere título e terá que viajar para o Brasil se quiser votar em Bolsonaro

O atacante da seleção brasileira de futebol, Neymar, não deve votar no 1º turno das eleições de 2022 neste domingo (2). O jogador do Paris Saint-Germain (PSG) não transferiu o título de eleitor, por isso, não poderá votar em Paris, capital francesa. O domicílio eleitoral do jogador continua em Santos, no litoral de São Paulo.

Na semana passada, Neymar manifestou apoio ao presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) por meio de publicação feita no TikTok. No vídeo, o jogador dança ao som de uma música que diz “vota, vota e confirma: 22 é Bolsonaro” e faz sinal de 22 com as mãos.

O assunto ficou entre os mais comentados nas redes sociais. O atacante, inclusive, respondeu aos ataques pela publicação em favor de Bolsonaro. “Falam em democracia e um montão de coisa, mas quando alguém tem uma opinião diferente é atacado pelas próprias pessoas que falam em democracia. Vai entender”, postou no Twitter, na noite da última sexta-feira (30).

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads