Pernambuco

Não estamos em tempo de colocar qualquer tipo de aventureiro ou aventureira para governar o estado”, diz João Campos

Em | Da Redação

Atualizado em

Não estamos em tempo de colocar qualquer tipo de aventureiro ou aventureira para governar o estado”, diz João Campos
Foto: Marcus Mendes

O prefeito do Recife, João Campos (PSB), disse ontem que “nós não estamos em tempo de colocar qualquer tipo de aventureiro ou aventureira para governar o estado da dimensão de Pernambuco”. Em um evento que reuniu mais de 100 prefeitos da base da Frente Popular nesta segunda-feira (15), véspera do início oficial da campanha de rua, afirmou que este risco “as cidades pernambucanas não podem correr”. Falou de respeito às demais candidaturas, mas destacou os mais de 30 anos de experiência política de Danilo Cabral. João Campos prometeu estar em campanha porta-a-porta, em sinais de trânsito, promovendo reuniões com associações e cuidando da mobilização. No discurso para os colegas prefeitos, enfatizou que é preciso “ter compromisso com o time ou com alguém que vai poder olhar de maneira coerente, firme e segura para os municípios do estado. Alguém que tenha experiência e que já demonstrou por onde passou que é bom gestor, e que sabe fazer”.

João Campos falava de igual para igual com os seus pares, alertando sobre a responsabilidade e impactos futuros sobre os municípios, a partir da previsão de tempos desafiadores no Brasil dos próximos anos. Para ele, o cenário a ser encontrado é “muito pior” se comparado àquele visto pelo então presidente Lula em 2003 quando assumiu a presidência da República. Uma consequência de uma série de mudanças votadas sem “responsabilidade com o federalismo brasileiro”. Segundo o prefeito do Recife, a conjuntura só aumenta a responsabilidade com a eleição deste ano.

Ele elencou o que considera dois ativos fundamentais da candidatura de Danilo ao Governo de Pernambuco. “O primeiro grande ativo é que nós temos um bom candidato. Quem conhece Danilo sabe disso. Um cara competente, animado, que sabe liderar time, que sabe colocar o bloco na rua e sabe moer uma eleição”. O segundo ativo é o time de prefeitos que estavam ali no encontro. Com eles e o bloco na rua, analisou, “não tem quem segure nosso candidato”.

Em tom de estímulo e arrancada de campanha da Frente Popular, o prefeito do Recife disse que a tarefa era sair dali “com a energia, disciplina e disposição para carregar com lealdade o seu nome”. Estava diante de Danilo e de toda a chapa majoritária e lembrou que a mobilização desta segunda-feira (15) só pode parar às 17h da tarde, às vésperas da eleição, com a celebração da candidatura de Danilo seja declarada vitoriosa.

No fim da tarde de hoje (16), João Campos estará ao lado de Danilo na largada da campanha da Frente Popular, em uma caminhada no bairro de Brasília Teimosa, no Recife. Também participam Teresa Leitão, candidata ao Senado, Luciana Santos, à vice, e lideranças da capital pernambucana.

 

Da redação do PortalPE10, com informações da Assessoria.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads