Pernambuco

Mulher é atingida com facada na testa por morador de rua na frente do filho de 2 anos

Em | Da Redação

Atualizado em

Mulher é atingida com facada na testa por morador de rua na frente do filho de 2 anos
Larissa Ribeiro — Foto: Reprodução/redes sociais

 

Uma mulher foi atingida com uma facada na testa por um morador de rua dentro de um carro de transporte por aplicativo, no Recife. A auxiliar administrativa Larissa Ribeiro, de 25 anos, levava o filho de 2 anos ao médico quando a agressão aconteceu pela janela do veículo. “Ele não queria me assaltar. Queria me matar mesmo”, declarou.

O crime aconteceu na quinta (16), por volta das 8h20, na Avenida Doutor José Rufino, no bairro de Areias, na Zona Oeste do Recife. As informações são do G1

A vítima estava com a mãe e o filho no carro, além do motorista. O ar-condicionado do veículo estava quebrado e, por causa disso, a janela ficou aberta.

“Ele veio até mim, perguntou ‘tudo bom?’ e me deu uma facada na cabeça. Quando vi, ele já estava em cima de mim, me golpeando. Depois disso, saiu andando normalmente e sequer correu”, disse.

Depois da facada, o motorista tentou ir atrás do agressor, mas voltou para o carro para socorrer Larissa, que foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) dos Torrões, também na Zona Oeste.

Larissa afirmou que teve que levar nove pontos na testa. “A médica disse que seis camadas de pele foram atingidas. Eu estava jorrando sangue e já estava perdendo os sentidos. O ferimento foi perto do olho, mas só atingiu a testa. Meus olhos e nariz estão inchados por causa do trauma”, declarou.

Após o atendimento médico, Larissa Ribeiro prestou queixa na Delegacia de Jardim São Paulo. Por meio de nota, a Polícia Civil informou que registrou o caso como lesão corporal em via pública. Foi instaurado inquérito policial para apurar os fatos, identificar a autoria e a motivação do crime.

Larissa Ribeiro — Foto: Reprodução/redes sociais

“O taxista que estava perto de onde ele me atacou disse que ele é acostumado a fazer isso. Nas redes sociais, me disseram que ele deu um soco no rosto de uma estudante e agrediu uma senhora. Está atacando mulheres. Podia ter sido no meu filho, que estava comigo. Minha mãe disse que ele aparentava estar muito drogado”, afirmou a vítima.

 

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads