Brasil Pernambuco

Moraes libera PMs para desbloquear vias, multar e prender responsáveis

Em | Da Redação

Atualizado em

Moraes libera PMs para desbloquear vias, multar e prender responsáveis

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta terça-feira (1º) que as polícias militares dos estados desobstruam as estradas bloqueadas no país e identifiquem os responsáveis pelos bloqueios.

Segundo balanço divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), há bloqueios em 227 rodovias federais. Desde o último domingo (30), apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) passaram a impedir o fluxo em vias por todo o país contra o resultado das eleições.

Nesta segunda (31), Alexandre de Moraes já havia determinado às polícias que adotassem as medidas desnecessárias para desbloquear as vias. A maioria dos ministros do STF já votou por manter a decisão.

“As polícias militares dos estados possuem plenas atribuições constitucionais e legais para atuar em face desses ilícitos, independentemente do lugar em que ocorram, seja em espaços públicos e rodovias federais, estaduais ou municipais, com a adoção das medidas necessárias e suficientes, a critério das autoridades responsáveis dos poderes executivos estaduais, para a imediata desobstrução de todas as vias públicas que, ilicitamente, estejam com seu trânsito interrompido”, escreveu Moraes.

Na sequência, Moraes determina que a desobstrução deve acontecer com:

  • resguardo da ordem no entorno;
  • segurança dos pedestres, motoristas, passageiros e dos próprios participantes do movimento ilegal que porventura venham a se posicionar em locais inapropriados nas rodovias.

Moraes determinou às polícias que:

  • identifiquem eventuais caminhões utilizados para bloqueios, obstruções e/ou interrupções em causa;
  • remetam os responsáveis imediatamente a juízo para aplicação de multa horária de R$ 100.000,00;
  • efetuem prisão em flagrante delito dos que estiverem praticando crimes.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads