Brasil

Montadoras param produção por falta de peças; trabalhador não chega às fábricas

Em | Da Redação

Atualizado em

Montadoras param produção por falta de peças; trabalhador não chega às fábricas

Fabricantes de veículos estão com unidades paradas desde a segunda-feira (31), em razão da falta de peças ou dificuldade dos funcionários chegarem às fábricas por causa dos bloqueios em estradas feitos por caminhoneiros. Eles protestam contra a vitória do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que derrotou o atual presidente, Jair Bolsonaro nas eleições de domingo.

Segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), há problemas “de grandes proporções” em várias montadoras, mas a entidade ainda não conseguiu fazer um levantamento com números. Há fábricas de automóveis, caminhões, ônibus e de máquinas agrícolas paradas ou com produção reduzida seja por falta de componentes ou de pessoal que não consegue chegar aos locais de trabalho.

A fábrica da Peugeot Citroën, do grupo Stellantis, em Porto Real (RJ) não teve operações na segunda e nem nesta terça. Instalada à beira da Via Dutra, a unidade emprega 1,8 mil trabalhadores que, em sua maioria, vão ao trabalho em ônibus fretados pela empresa. Barrados na estrada, eles não conseguiram chegar ao complexo no sul fluminense.

Com informações CNN Brasil

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads