Brasil

Médico é encontrado morto com os pés e mãos amarrados dentro de casa

No corpo do médico tinha ferimentos na cabeça, e os pés e mãos amarrados, além disso, ele ainda estava vestido com a roupa do plantão.

Em | Da Redação

Atualizado em

Médico é encontrado morto com os pés e mãos amarrados dentro de casa
Gabriel Paschoal Rossi | Reprodução

Um médico, de 29 anos, foi encontrado morto em uma casa no município de Dourados, no Mato Grosso do Sul, na manhã desta quinta-feira (3). Identificado como Gabriel Paschoal Rossi, ele estava desaparecido há uma semana, e foi encontrado com os pés e mãos amarrados em cima de uma cama.

Conforme relatos da família da vítima, Gabriel desapareceu no dia 26 de junho deste ano, após deixar o plantão no Hospital da Cassems, na cidade. Desde então, os familiares registraram um boletim de ocorrência e iniciaram as buscas pelo médico.

Na manhã desta quinta-feira (3), uma mulher, que não teve o nome revelado, acionou a polícia devido a um carro que estava parado na frente do portão de uma casa há uma semana, no bairro Vila Hilda, região Sul de Dourados. No veículo, a moradora viu um jaleco, e quando se aproximou para conferir, notou moscas e um cheiro forte.

Conforme ela relatou, o médico não estava dentro carro. À reportagem a polícia disse que o corpo de Gabriel foi encontrado sobre a cama, já em decomposição, o que indica que a morte ocorreu há vários dias.

No corpo do médico tinha ferimentos na cabeça, e os pés e mãos amarrados, além disso, ele ainda estava vestido com a roupa do plantão. De acordo com a polícia, a casa em que o ele foi encontrado é alugada por diária. O caso será investigado pela Polícia Civil a fim de identificar suspeitos pelo crime.

Gabriel Paschoal Rossi é natural do Rio Grande do Sul. Ele se formou em março deste ano pela Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e trabalhava na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na Cassems e no Hospital da Vida.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads