Política

Lula exalta economia e prega 7 de Setembro com união e sem ódio após anos Bolsonaro

Presidente fez pronunciamento em cadeia de rádio e televisão na véspera do Dia da Independência

Em | Da Redação

Atualizado em

Lula exalta economia e prega 7 de Setembro com união e sem ódio após anos Bolsonaro
Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante o Pronunciamento à Nação – Democracia, Soberania e União, no Palácio da Alvorada. Brasília – DF.

O presidente Lula (PT) usou seu pronunciamento na noite de quarta-feira (6) para exaltar os avanços e índices econômicos atingidos ao longo dos oito meses do seu terceiro mandato, além de pedir união no país e um 7 de Setembro “sem ódio”.

Lula fez um pronunciamento em cadeia de rádio e televisão, na véspera das celebrações do Dia da Independência.

A fala televisionada de Lula destoou do formato tradicional desse tipo de pronunciamento e foi intercalada com imagens externas, incluindo a de trabalhadores, obras e projetos estatais, além de fundo musical, em linguagem próxima da utilizada em horário eleitoral.

Lula não citou em nenhum momento os ataques golpistas de 8 de janeiro, mas pediu união no Brasil e afirmou que é possível viver superando as divergências.

“Amanhã não será um dia nem de ódio, nem de medo, e sim de união. O dia de lembrarmos que o Brasil é um só. Que sonhamos os mesmos sonhos”, afirmou o presidente.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads