Brasil

Lula decreta intervenção federal em Brasília após atos terroristas

Em | Da Redação

Atualizado em

Lula decreta intervenção federal em Brasília após atos terroristas

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou um decreto neste domingo, 8, que autoriza uma intervenção federal na segurança pública em Brasília até o dia 31 de janeiro. Ele anunciou o decreto por meio de um pronunciamento a partir de Araraquara, no interior de São Paulo, quando falou sobre os atos antidemocráticos realizados em Brasília.

Segundo ele, o objetivo da intervenção é “pôr termo a grave comprometimento da ordem pública no Estado do Distrito Federal, marcada por atos de violência e invasão de prédios públicos”. O decreto é uma resposta ao ato deste domingo, quando a Praça dos Três Poderes foi tomada por bolsonaristas radicais que invadiram o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto, pedindo intervenção das Forças Armadas e a prisão de Lula. Os apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro chegaram até o terceiro andar do Planalto, onde fica o gabinete do presidente da República.

Lula afirmou ainda que “é preciso que essa gente seja punida de forma exemplar, de forma que ninguém nunca mais ouse, com a bandeira nacional nas contas, ou com a camiseta da seleção brasileira, para se fingirem de nacionalistas, de brasileiros, façam o que eles fizeram hoje”. Ele comparou os invasores com nazistas e fascistas e disse que o governo vai identificar e responsabilizar todos os responsáveis, inclusive quem financiou os atos. “Vamos descobrir quem foram os financiadores desses vândalos que foram a Brasília e pagarão com a força da lei por esse gesto antidemocrático.”

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads