Brasil

Lula anuncia Marina Silva e Simone Tebet entre os 16 novos ministros

Em | Da Redação

Atualizado em

Lula anuncia Marina Silva e Simone Tebet entre os 16 novos ministros

O terceiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como presidente vai começar com uma participação feminina recorde na Esplanada dos Ministérios, se considerado todo o período pós redemocratização, ou seja, desde 1985. Com a montagem das pastas terminada nesta quinta-feira, 29, estão confirmados os nomes de 11 mulheres no primeiro escalão do governo. O número supera o recorde anterior de Dilma Rousseff (PT), que assumiu a Presidência em 2011 com nove ministras.

“Estou feliz porque nunca antes na história do Brasil nos tivemos tantas mulheres ministras. Nunca antes tivemos uma indígena ministra”, declarou Lula ao fazer referência direta a Sonia Guajajara, política indígena que assumirá a pasta dos Povos Originários.

O petista ainda prometeu que vai escolher mulheres para chefiar a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, mas não antecipou nomes. Durante o governo do atual presidente Jair Bolsonaro (PL), no máximo três mulheres foram ministras ao mesmo tempo, quando Flávia Arruda era ministra da Secretaria de Governo, Tereza Cristina comandava a Agricultura e Damares Alves chefia a pasta da Mulher, Família e Direitos Humanos.

As escolhidas para compor a equipe do petista são a ex-senadora Marina Silva (Meio Ambiente), Sonia Guajajara (Povos Originários), deputada indígena eleita pelo PSOL, a senadora do MDB Simone Tebet (Planejamento), a deputada do União Brasil Daniela do Waguinho (Turismo), a ex-atleta olímpica Ana Moser (Esportes), a cantora Margareth Menezes (Cultura), a socióloga e atual presidente da Fiocruz, Nisia Trindade (Saúde), a economista Esther Dweck (Gestão), a presidente do PCdoB, Luciana Santos (Ciência e Tecnologia), a jornalista Anielle Franco (Igualdade Racial) e a ativista Cida Gonçalves (Mulheres).

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads