Política

“Lamento que um ex-presidente possa ficar inelegível”, diz Raquel Lyra sobre Bolsonaro

Governadora comenta processo sobre ex-mandatário no Roda Viva

Em | Da Redação

Atualizado em

“Lamento que um ex-presidente possa ficar inelegível”, diz Raquel Lyra sobre Bolsonaro
Governadora comenta processo sobre ex-mandatário no Roda Viva
A governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), disse nesta 2ª feira (26.jun) que “é lamentável” que um ex-presidente da República se torne inelegível. A declaração foi em referência ao julgamento do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que será retomado na 3ª feira (27.jun)
 
“Discutir a inelegibilidade não passa o exercício de fortalecimento do partido ou de uma proposição ou de uma terceira via no Brasil, de torcer ou não torcer pela inelegibilidade. É muito mais um ponto de vista histórico, para poder analisar o presente e o passado do uma torcida de que uma coisa aconteça”, afirma
 
“Eu lamento muito que um ex-presidente esteja sendo julgado e que possa se tornar inelegível, não que não deveria haver um julgamento, mas é muito ruim que um ex-presidente responda por isso, especialmente em uma democracia tão inecipiente”, acrescenta.
 
Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) analisam se o ex-presidente da República cometeu abuso de poder durante uma reunião com embaixadores no Palácio da Alvorada em julho de 2022.
 
Durante um encontro, em julho de 2022, no Palácio da Alvorada, Jair Bolsonaro questionou a segurança do sistema eleitoral e apontou risco de fraude nas eleições, sem apresentar provas.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads