Pernambuco

Justiça nega liberdade para PMs do Bope que invadiram casa e mataram homens no Recife

Por unanimidade, TJPE nega liberdade para PMs do Bope que invadiram casa e mataram homens no Recife

Em | Da Redação

Atualizado em

Justiça nega liberdade para PMs do Bope que invadiram casa e mataram homens no Recife
Desembargadores da 4ª Câmara Criminal decidiram, nessa terça-feira (14), que seis militares acusados de homicídio qualificado na comunidade do Detran seguirão presos aguardando julgamento

Por unanimidade, os desembargadores da 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) decidiram negar o pedido de liberdade provisória para os seis policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) que são réus pelo homicídio qualificado de dois homens na comunidade do Detran, na Iputinga, Zona Oeste do Recife. A decisão foi tomada nessa terça-feira (14).

No pedido de habeas corpus, a defesa alegou que os policiais militares estão sofrendo “coação ilegal em razão da prisão preventiva, sem justificativa em fatos novos ou contemporâneos, e desprovida de elementos concretos que justifiquem a adoção da segregação cautelar, se baseando exclusivamente no clamor público”.

A defesa ainda citou que o inquérito da Polícia Civil apontou que houve legítima defesa na ação que resultou nas mortes de Bruno Henrique Vicente da Silva, de 28 anos, e Rhaldney Fernandes da Silva Caluete, 32, na noite de 20 de novembro de 2023. A invasão à casa das vítimas foi filmada por uma câmera de segurança.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads