Pernambuco

Jovem compra iPhone na internet e recebe jogo de quebra-cabeças dos Três Porquinhos

Em | Da Redação

Atualizado em

Jovem compra iPhone na internet e recebe jogo de quebra-cabeças dos Três Porquinhos
Esse é o segundo caso de troca de produtos pelo mesmo site em uma semana.

Pela segunda vez em uma semana, um morador do Grande Recife levou um susto após comprar um iPhone pelo site da Amazon. Depois do biomédico Lucas Portela, que recebeu um perfume para bebês em vez do celular, o jornalista Eduardo Sena só encontrou na embalagem que deveria conter o smartphone um jogo de quebra-cabeças com o tema dos Três Porquinhos.

Ao g1, Eduardo, que também fez o relato nas redes sociais, disse que fez a compra no dia 20 de março, a pedido do pai, que não costuma utilizar serviços de comércio on-line.

O aparelho, que estava anunciado com preço original de R$ 3.221, custou R$ 2.899 como promoção pela “Semana do Consumidor”.

“Ele não usa cartão de crédito, nem sabe o que é pix; então mandei o boleto. E o pior é que ele ainda perguntou: ‘Isso é seguro mesmo, meu filho?’. E eu disse: É, é superseguro”, contou o jornalista.

Segundo Eduardo, a embalagem que deveria conter o produto chegou no fim da manhã de sábado (24) à casa onde mora, no bairro de Candeias, Jaboatão dos Guararapes.

Ao ver o jogo infantil dentro do pacote, ele disse que pensou ser uma forma de despistar uma possível tentativa de furto.

“Ia, inclusive, mandar uma mensagem para o meu pai, dizendo que o telefone tinha chegado. Mas resolvi abrir primeiro. Quando abri a caixa, estava o jogo dos Três Porquinhos. Achei bizarro, mas pensei que era para despistar e que o celular ia estar lá dentro”, afirmou.

Pedido de estorno

Na hora em que percebeu a troca de produtos, Eduardo disse que entrou em contato com o serviço de teleatendimento da empresa para pedir o estorno do valor da compra.

Por telefone, ele foi orientado a mandar um e-mail para o setor responsável.

“Disseram que tinham sete dias para responder, mas, já no sábado à tarde, mandaram um e-mail pedindo fotos com uma carta escrita a próprio punho. Eu entendo que haja um protocolo interno porque poderia ter agido de má-fé”, informou.

Na noite desta segunda, após conversar com a reportagem, Eduardo Sena disse que recebeu uma mensagem da empresa Amazon dizendo que dará uma resposta sobre a sua situação num prazo entre 3 e 5 dias úteis.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads