Brasil

INSS 2023: Conheça as doenças que dão direito a benefícios de até R$ 1.320

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) fornece suporte financeiro aos trabalhadores em desvantagem por meio da seguridade social.

Em | Da Redação

Atualizado em

INSS 2023: Conheça as doenças que dão direito a benefícios de até R$ 1.320
Trabalhador que contribui ao INSS tem descontos de R$ 65 a R$ 1.501

Sabia que portadores de certas doenças específicas têm direito à aposentadoria pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) mesmo sem cumprir a carência mínima. A invalidez, muitas vezes, força os trabalhadores a se aposentar mesmo que não tenham completado o tempo de serviço mínimo exigido.

Infelizmente, esse estado acaba afetando diretamente a carreira profissional dos cidadãos.

auxílio-doença é outro recurso disponível, embora seja destinado apenas àqueles que enfrentam uma dificuldade temporária. De toda forma, para obter esses benefícios, é necessário apresentar um diagnóstico de doença desde o momento em que o indivíduo começou a contribuir para a Previdência Social.

Caso contrário, ele não será elegível para receber qualquer auxílio.

Lista de doença elegíveis para a aposentadoria por invalidez
Para se qualificar a este tipo de aposentadoria, é necessário contribuir com o INSS por pelo menos um ano, exceto em casos de acidentes. A lista de doenças inclui algumas das mais graves e conhecidas. Confira:

  • Acidente vascular encefálico agudo;
    Hepatopatia grave;
    Abdome agudo cirúrgico;
    Doença de Parkinson;
    Hanseníase;
    Cegueira;
    Tuberculose ativa;
    Transtorno mental grave;
    Cardiopatia grave;
    Neoplasia maligna (câncer);
    Nefropatia grave;
    Esclerose múltipla;
    Paralisia irreversível e incapacitante;
    Espondilite anquilosante;
    Estado avançado da doença de Paget (osteíte deformante);
    Síndrome da deficiência imunológica adquirida (Aids);
    Contaminação por radiação, com base em conclusão da medicina especializada.

    Acesso ao BPC

    O Benefício de Prestação Continuada (BPC) é destinado aos idosos com 65 anos ou mais e às pessoas com deficiência que não contribuem com o INSS. O Cadastro Único (CadÚnico), plataforma disponibilizada pelo Governo Federal, é responsável pelo registro desses indivíduos, pois apenas assim é que eles se tornam elegíveis a receber o benefício.
    Por sua vez, a aposentadoria por invalidez só é concedida após uma avaliação médica realizada pelo INSS, que considera exames, laudos e diagnósticos. O valor mínimo recebido é baseado no salário mínimo estabelecido, atualmente fixado em R$ 1.320.

 

 

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads