Mundo

Homem testa positivo para Covid, HIV e varíola dos macacos

Em | Da Redação

Atualizado em

Homem testa positivo para Covid, HIV e varíola dos macacos

Um homem italiano de 36 anos é a primeira pessoa no mundo a testar positivo para os vírus monkeypox, HIV e coronavírus simultaneamente. De acordo com pesquisadores da universidade de Catania, na Itália, o diagnóstico ocorreu após ele retornar de uma viagem à Espanha. O paciente relatou que manteve relações sexuais sem proteção com homens.

O relato do caso foi publicado no Journal of Infection. O paciente apresentou febre, inflamação na garganta, dores de cabeça e uma íngua na virilha depois de retornar de uma viagem à Espanha, que foi realizada entre os dias 16 e 20/6. De acordo com a revista médica, o homem testou positivo para Covid-19 no dia 2 de julho, três dias após apresentar os primeiros sintomas. Na mesma data em que recebeu o resultado, começou a ter coceiras no braço esquerdo e dias mais tarde percebeu pequenas bolhas no peito, nas pernas, no rosto e nos glúteos.

Nos dias seguintes, as lesões na aumentaram e, em 5/7, o paciente procurou a emergência do hospital universitário de Catania. Lá, ele recebeu o resultado positivo para a varíola dos macacos (monkeypox). Na mesma ocasião, ao realizar outros exames para identificar a possibilidade de infecções sexualmente transmissíveis (STIs), o homem descobriu que também era portador do vírus HIV.

A equipe do hospital notou que o número de linfócitos (células de defesa) do paciente ainda se mantinha em nível adequado, pois isso a suposição é de que a infecção pelo HIV tenha sido relativamente recente. Eles também revelaram que o paciente havia feito um exame para o vírus em setembro de 2021 e o resultado havia sido negativo.
Caso inédito – O paciente recebeu alta médica em 11/7 e foi instruído a terminar o período de isolamento em casa. Os profissionais de saúde alertaram que os sintomas de varíola dos macacos e de Covid-19 podem se sobrepor, e por isso é importante que os hábitos sexuais sejam levados em conta durante a anamnese para a realização do diagnóstico correto. A equipe também acrescentou que este é o único caso registrado de contaminação tripla de Covid, HIV e varíola dos macacos.

*As informações são do Metrópoles.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads