Brasil

Homem que Zambelli perseguiu armada em rua de SP decide processá-la

Em | Da Redação

Atualizado em

Homem que Zambelli perseguiu armada em rua de SP decide processá-la
(Foto: Celso Luix/Futura Press/Estadão Conteúdo)

O jornalista Luan Araújo vai processar criminalmente a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP), que o perseguiu com arma em punho pelo bairro paulistano dos Jardins no dia 29 de outubro, véspera do segundo turno da eleição.

Ele enviou petição ao ministro Gilmar Mendes (STF) manifestando intenção de entrar com processo pelos crimes de ameaça, racismo, perigo para a vida ou saúde de outrem e constrangimento ilegal, majorado pelo emprego de arma de fogo. Araújo pede ainda “inarredável dano moral”.

Na última terça-feira (20), Gilmar tirou o porte de arma de Zambelli e deu a ela 48 horas para entregá-la à Polícia Federal.

O incidente ocorreu após uma discussão entre Araújo e Zambelli em frente a um restaurante na alameda Lorena. A deputada, em determinado momento, tropeça acidentalmente e cai no chão.

“As condutas da deputada federal Carla Zambelli foram praticadas em espaço público, em meio a diversas pessoas, inúmeras gravações realizadas por aparelhos de celulares de terceiros, que estavam próximos ao local dos fatos, foram publicadas em redes sociais e periódicos digitais”, relata Araújo na petição.

*As informações são da Folhapress.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads