Brasil

Governo quer discutir crédito para motoristas de aplicativo trocarem de carro, diz Lula

Governo quer discutir crédito para motoristas de aplicativo trocarem de carro, diz Lula

Em | Da Redação

Atualizado em

Governo quer discutir crédito para motoristas de aplicativo trocarem de carro, diz Lula
O ministro do Trabalho, Luiz Marinho, esclareceu que o debate sobre a criação da linha de crédito ainda está em estágio inicial

O governo federal vai discutir uma linha de crédito para motoristas de aplicativo trocarem de carro ou trocarem peças antigas. O anúncio foi feito pelo presidente Lula, nesta segunda-feira, durante a apresentação de um projeto de lei que regulamenta os serviços prestados por motoristas de aplicativos.

— Depois vamos ver como é que a gente vai baratear uma linha de crédito pra vocês. Porque passageiro também não gosta de carro velho. Tudo isso vira responsabilidade nossa daqui pra frente — comentou o presidente sobre a possibilidade de um crédito para os trabalhadores.

Segundo o ministro do Trabalho, Luiz Marinho, o debate sobre a criação de uma linha de crédito ainda é incipiente e deve ser conversada com todos os setores do governo.

— Vamos conversar sobre linha de crédito, dialogar com as áreas de governo para ver como a gente formata o programa para facilitar troca de peças do carro, mas ainda vamos construir e partir do zero.

Segundo o texto, que ainda deve ser aprovado pelo Congresso Nacional, o motorista receberá R$ 32,09 por hora de trabalho e remuneração de, ao menos, um salário-mínimo (R$ 1.412) e contribuição de 7,5% ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O período máximo de conexão do trabalhador a uma mesma plataforma não poderá ultrapassar 12 horas diárias. Para receber o piso nacional, o trabalhador deve realizar uma jornada de 8 horas diárias efetivamente trabalhada.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads