Brasil

Governo encerra programa de desconto para carros ‘populares’

Iniciativa teve orçamento de R$ 800 milhões e deu desconto tributário de até R$ 8.000

Em | Da Redação

Atualizado em

Governo encerra programa de desconto para carros ‘populares’
Vice presidente Geraldo Alckmin

O vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Comércio, Indústria e Serviços, Geraldo Alckmin (PSB), disse nesta sexta-feira (7) que o programa de descontos para carros de até R$ 120 mil foi encerrado. Segundo ele, a medida foi um sucesso.

Todos os R$ 800 milhões disponibilizados para o programa que concedeu descontos à compra de carros “populares” foram esgotados. A iniciativa, que tinha um orçamento inicial de R$ 500 milhões, durou um mês ao todo.

Renault Kwid e Fiat Mobi são os carros mais baratos do Brasil — Foto: Renato Durães

“Nós estamos encerrando a parte do estímulo dos créditos tributários para os veículos leves, que foi um sucesso. O presidente Lula teve muita sensibilidade social em relação ao emprego e à importância da indústria neste momento que estamos passando. Temos uma ociosidade de quase 50%. Isso poderia levar à perda de emprego”, afirmou Alckmin durante coletiva da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores).

Um dos objetivos do programa era incentivar o setor automotivo, que sofre com a diminuição nas vendas de carros novos. De acordo com o MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços), 125 mil veículos foram vendidos com descontos graças ao programa.

“Houve um crescimento de 14,2% nos emplacamentos em junho ante maio”, disse o vice-presidente. Segundo ele, em 30 de junho, houve o recorde histórico de emplacamentos, com 27 mil carros.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads