Esportes

Governo da Itália pede que Robinho, condenado por estupro, cumpra pena no Brasil

Em | Da Redação

Atualizado em

Governo da Itália pede que Robinho, condenado por estupro, cumpra pena no Brasil
Ex-jogador foi condenado a nove anos de prisão na Itália por estupro coletivo; caso é analisado pelo Ministério da Justiça

 

O governo italiano pediu às autoridades brasileiras que o ex-jogador Robinho e seu amigo Ricardo Falco cumpram no Brasil a pena de nove anos de prisão pelo estupro coletivo de uma jovem de 23 anos, em janeiro de 2013. A informação foi divulgada pelo site de notícias “UOL”. Na época do crime, Robinho jogava no Milan, da Itália.

Sem entrar em detalhes, o Itamaraty confirmou ter recebido uma comunicação do governo italiano, “por meio da qual se transmite decisão daquele país sobre o tema”. O documento foi encaminhado para análise do Departamento de Repatriação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional do Ministério da Justiça e Segurança Pública (DRCI).

“Recorde-se que a análise de processos desta natureza é de competência do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), autoridade central para a cooperação jurídica internacional, inclusive para os casos de extradição e de transferência de condenados. Cabe ao Ministério das Relações Exteriores auxiliar o MJSP no encaminhamento da documentação às autoridades estrangeiras competentes, por meio das missões diplomáticas no Exterior”, ressaltou o Itamaraty, acrescentando não ter autorização para fornecer dados específicos sobre casos individuais.

Já o DRCI, da pasta da Justiça e Segurança Pública, informou que não comenta casos em andamento.

 

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads