Brasil

Famílias do Rio Grande do Sul começam a receber auxílios; valor chega a R$ 14,5 mil

Beneficiários do Bolsa Família e do Auxílio Gás recebem o pagamento antecipado nesta sexta-feira. Governo gaúcho também libera recursos

Em | Da Redação

Atualizado em

Famílias do Rio Grande do Sul começam a receber auxílios; valor chega a R$ 14,5 mil
O programa vai contemplar 21,2 milhões de famílias neste mês e 9,8 milhões de famílias recebem mais recursos neste mês do que receberam em maio

O governo federal paga, nesta sexta-feira (17/5), os benefícios do Bolsa Família e do Auxílio Gás para famílias afetadas pelas enchentes no Rio Grande do Sul (RS). O calendário de pagamentos foi antecipado por causa da tragédia. Programas sociais do Executivo e do estado gaúcho, somados, podem injetar até R$ 14,5 mil na renda de atingidos – somando-se o FGTS, que pertence ao segurado, mas costuma ficar retido e terá uma porção liberada aos atingidos, em razão da tragédia.

Geralmente, o cronograma do Bolsa Família é dividido pelo final do Número de Identificação Social (NIS) do beneficiário. Mas, em razão da calamidade, o governo decidiu depositar o montante de uma vez para moradores do estado gaúcho.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social, serão 620 mil famílias contempladas na região. O valor médio do benefício é de R$ 672,74. Já para o Auxílio Gás, a parcela é de R$ 100.

Em paralelo às ações do governo federal, a gestão gaúcha também inicia o pagamento dos programas sociais sob responsabilidade estadual

Além dos valores do governo federal, os moradores terão apoio de projetos gaúchos. Pelo SOS Enchentes, será realizada uma doação, por Pix, de R$ 2 mil por família. O pagamento começará na sexta-feira (17/5), em uma parcela única.

O Volta Por Cima repassará, também de uma vez só, R$ 2,5 mil por casa para residentes desabrigados e desalojados. Não será possível acumular os dois benefícios.

FGTS

Na quinta-feira (16/5), a Caixa Econômica Federal abriu para solicitações de saque do FGTS antecipado em 17 municípios. O valor máximo é de R$ 6.220.

Os demais locais já estavam autorizados a receber o fundo, por conta das chuvas do ano passado. Veja a lista e períodos para realizar os pedidos de saque.

Imposto de renda

Os contribuintes do Rio Grande do Sul serão restituídos do Imposto de Renda com prioridade, com previsão de pagamento em 31 de maio, último dia para entregar as declarações.

O pagamento irá variar de acordo com o lote de entrega e com quanto cada um terá direito de receber, com base no ano de 2023.

Abono salarial

Desde a quinta-feira (15/5), os trabalhadores nascidos entre julho e dezembro puderam acessar o Abono Salarial — o pagamento para aniversariantes de maio e junho estava previsto para o dia 15 e dos demais meses já foi debitado.

O valor varia com a quantidade de dias em que a pessoa prestou serviço, tendo 2022 como ano-base. O acesso ao dinheiro pode ser feito pelo aplicativo da Caixa Econômica, em unidades lotéricas, terminais de autoatendimento ou nas agências do banco.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads