Logo G1
Brasil

Estudante de medicina é encontrada morta dentro de casa na fronteira entre Brasil e Paraguai

Camila Soares de Arruda, de 30 anos, é natural de Itabaiana, no interior da Paraíba, e morava em Ponta Porã (MS).

Em | Da Redação com informações de G1

Atualizado em

Estudante de medicina é encontrada morta dentro de casa na fronteira entre Brasil e Paraguai
Camila Soares de Arruda, de 30 anos, é natural de Itabaiana, no interior da Paraíba, e morava em Ponta Porã (MS).

A paraibana Camila Soares de Arruda Silva, 30 anos, foi encontrada morta dentro de casa, no domingo (12/5), na cidade de Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul (MS), que faz fronteira com o Paraguai. Camila era enfermeira, estudava medicina no Paraguai e já tinha atuado no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e no Hospital Regional de Itabaiana, sua cidade natal.

O prefeito de Itabaiana, Lúcio Flávio, lamentou a morte da estudante nas redes sociais. “Perdemos uma jovem brilhante, sonhadora e cheia de vida. Quem conheceu Camila teve a oportunidade de conviver com uma jovem alegre, inteligente e muito batalhadora. Ela nos fará falta”.

A polícia informou que foram encontradas cartelas de remédios de uso pessoal próximo ao corpo da vítima. No local não havia sinais de luta ou de roubo.

O corpo de Camila foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia para que a perícia possa informar a causa morte.

O caso foi registrado como morte a esclarecer e será investigado pela Polícia Civil de Ponta Porã.

 

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads