Logo G1
Brasil

Esposa de homem morto e enterrado no quintal por amante é presa por suspeita de participação no crime

Alini Lilian Guedes, de 33 anos, é investigada por ter sido cúmplice do amante no assassinato e na ocultação do cadáver de Adriano Silva Barreto, de 37 anos.

Em | Da Redação com informações de G1

Atualizado em

Esposa de homem morto e enterrado no quintal por amante é presa por suspeita de participação no crime
Mulher foi presa suspeita de participar junto com amante da morte do marido dela (à direita) em Guaimbê (SP) — Foto: Arquivo Pessoal

A esposa do homem morto e enterrado no quintal de uma casa pelo amante dela foi presa nesta sexta-feira (8) por suspeita de participação no crime. O caso ocorreu em Guaimbê, no interior de SP.

O mandado de prisão preventiva contra Alini Lilian Guedes, de 33 anos, foi cumprido em Promissão (SP), cidade vizinha. Ela é investigada por ter sido cúmplice do amante no assassinato de Adriano Silva Barreto, de 37 anos. A mulher também é acusada por envolvimento na ocultação do corpo.

A mulher foi encaminhada até a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Lins e, depois, para uma unidade prisional.

Mulher foi presa suspeita de participar junto com amante da morte do marido dela (à direita) em Guaimbê (SP) — Foto: Arquivo Pessoal

De acordo com a Polícia Civil, Luís Henrique Bezerra da Silva, de 29 anos, confessou o assassinato e foi preso em flagrante por homicídio qualificado por motivo torpe e ocultação de cadáver.

Adriano, que era lavrador, foi encontrado no quintal da casa do suspeito. Os policiais chegaram até o caso após uma denúncia.

Os dois suspeitos do crime, Luís Henrique Bezerra da Silva e Alini Lilian Guedes, mantinham um caso extraconjugal há cerca de dois anos, informou a polícia.

À polícia, o suspeito afirmou que a mulher contou para ele que vinha sendo agredida pelo marido e que, devido às agressões, teria perdido uma gestação, cujo filho seria dele.

Ainda no depoimento à polícia, ele revelou que na segunda-feira (4), a pedido da mulher, acompanhou de “tocaia” uma saída entre ela e o marido, para que pudesse ver o modo como ela era tratada.

Luís Henrique contou ainda que, enquanto acompanhava os dois, viu Alini correndo do marido e, por isso, atropelou o homem com o seu carro. Em seguida, ele afirmou que bateu na cabeça da vítima com um pedaço de pau, trocou de automóvel e levou o corpo para casa.

Na residência, ele cavou um buraco e envolveu o corpo em uma lona. Ainda conforme o rapaz, com a ajuda da mulher e de um adolescente de 17 anos, transportou o corpo para a cova.

Homem foi encontrado em quintal de casa em Guaimbê (SP) — Foto: Arquivo Pessoal

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads