Brasil

Equipe de Paulo Guedes estuda tirar dedução de gastos em saúde e educação do Imposto de Renda; saiba detalhes

Em | Da Redação

Atualizado em

Equipe de Paulo Guedes estuda tirar dedução de gastos em saúde e educação do Imposto de Renda; saiba detalhes

A equipe do ministro bolsonarista Paulo Guedes, titular da pasta de Economia, estuda tirar os descontos com om despesas médicas e de educação no Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

A medida representaria uma economia de R$ 30 bilhões para o caixa do governo e, assim, compensaria em parte as promessas que o presidente Jair Bolsonaro (PL), que concorre à reeleição, tem feito na campanha

As informações sobre o estudo foram publicadas pelo jornal O Estado de São Paulo após o recebimento de um documento de 10 páginas com sugestões de mudanças legislativas e que foi elaborado pela equipe da área fiscal do ministério após o primeiro turno.

O ministro refutou a possibilidade em nota enviada para o jornal. Ele classificou a medida como “totalmente descabida de fundamento”. A assessoria do ministro afirmou que “não reconhece a validade do documento” ao qual o jornal teve acesso e também afirmou que estudos são feitos de forma corriqueira na pasta.

Segundo previsão dos técnicos em documento, a retirada de deduções de despesas médicas renderiam uma economia de R$24,5 bilhões num ano cheio. Já o corte na dedução de despesas com educação renderiam R$5,5 bilhões.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads