Brasil

Em meio a tragédia,comerciantes cobram até R$ 93 por litro de água em São Sebastião,SP

Em | Da Redação

Atualizado em

Em meio a tragédia,comerciantes cobram até R$ 93 por litro de água em São Sebastião,SP
São Sebastião contabiliza 39 das 40 mortes no litoral norte de SP

Em meio ao resgate de pessoas e corpos após o temporal da madrugada de domingo (19) em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, há comerciantes aproveitando a tragédia para explorar a população. Alguns deles estão vendendo um litro de água por R$ 93 na região.

Nesta terça-feira (21), o repórter da Globo, Walace Lara, chorou ao vivo ao relatar a situação. A localidade já tem mais de 40 mortos pelos alagamentos e deslizamentos de terra.

Durante entrada no Bom Dia SP, o repórter não conseguiu conter as lágrimas. “Desculpa, gente, vou respirar aqui e vou falar. Tive ontem em uma comunidade aqui em Topolândia, em São Sebastião, onde tem pelo menos cem pessoas tirando lama de dentro das casas. É uma situação muito difícil de se ver e acompanhar. As cidades não têm estrutura”, começou.

“É difícil ouvir o depoimento que a gente ouviu agora e não se emocionar. Cobrar R$ 93 em um litro de água na situação que nós estamos aqui é inacreditável”, lamentou com voz embargada.

As chuvas históricas que atingem cidades do litoral de São Paulo desde sábado (18) já deixaram 44 mortos, sendo 43 em São Sebastião e um em Ubatuba.


 

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads