Brasil

Danone: torre do PCC morto pela PM se passava por pescador

Líder do PCC conhecido como Danone foi morto na 6ª feira (16/2), em suposta troca de tiros com PMs no Guarujá, no litoral paulista

Em | Da Redação

Atualizado em

Danone: torre do PCC morto pela PM se passava por pescador
Líder do PCC conhecido como Danone foi morto na 6ª feira (16/2), em suposta troca de tiros com PMs no Guarujá, no litoral paulista

Apontado como o responsável pelas articulações entre a cúpula e o “baixo clero” do Primeiro Comando da Capital (PCC) no Guarujá, Rodrigo Pires dos Santos, o Danone, se passava por pescador na cidade do litoral paulista para tentar despistar a polícia, segundo registros do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP).

Danone foi morto nessa sexta-feira (16/2) em suposta troca de tiros com policiais do Comando de Operações Especiais (COE), tropa de elite da Polícia Militar (PM). Segundo a polícia, ele coordenava o tráfico de drogas no Guarujá para o PCC, função conhecida na facção como “torre” ou “geral do progresso”, espécie de gerente regional.

Líder do PCC conhecido como Danone foi morto na 6ª feira (16/2), em suposta troca de tiros com PMs no Guarujá, no litoral paulista

No mais recente processo movido contra Danone, em 2018, ele declarou que tinha um barco e que ganhava R$ 2 mil por mês como pescador. Na ocasião, o gerente do PCC foi preso por porte ilegal de arma de fogo.

De acordo com o boletim de ocorrência do caso, ele e mais três suspeitos foram abordados pela PM quando o carro que ocupavam transitava pelo centro de Santos, no litoral paulista. Antes mesmo de os policiais vistoriarem o veículo, segundo o registro, Danone teria dito “perdi, senhor”, e entregado uma pistola calibre 9 milímetros.

O gerente regional da maior facção criminosa do país teria argumentado, ainda de acordo com os registros policiais, que segurava a arma de um dos ocupantes do carro. A versão dele não convenceu as autoridades.

Desta vez, ao contrário do que foi relatado na abordagem em 2018, Danone teria atirado contra policiais militares que se aproximaram do apartamento onde ele estava, no bairro Santa Cruz dos Navegantes, no Guarujá, na manhã desta sexta-feira.

Líder do PCC conhecido como Danone foi morto na 6ª feira (16/2), em suposta troca de tiros com PMs no Guarujá, no litoral paulista

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads