Esportes

Copa do Mundo de 2026 promoverá desenvolvimento do futebol na América Central, diz Infantino

Em | Da Redação

Atualizado em

Copa do Mundo de 2026 promoverá desenvolvimento do futebol na América Central, diz Infantino
Gianni Infantino durante coletiva pré-abertura da Copa do Mundo 2022 (Foto: EFE/José Méndez)

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, falou nesse sábado (25), em um congresso regional na Guatemala, sobre a importância da Copa do Mundo de 2026, que será realizada na América do Norte, para o futebol centro-americano.

“A próxima edição da Copa do Mundo da Fifa proporcionará oportunidades sem precedentes para o desenvolvimento do futebol não apenas na América do Norte, mas também na América Central”, disse Infantino no 22º Congresso Ordinário da União Centro-Americana de Futebol (UNCAF), de acordo com um comunicado do órgão regulador do futebol internacional.

O Congresso da UNCAF foi realizado na cidade colonial de Antigua Guatemala, sede juntamente com a Cidade da Guatemala, do Campeonato Sub-17 da Concacaf, classificatório para o Mundial de 2023 no Peru, que termina neste domingo com a final entre Estados Unidos e México.

Além dos finalistas, Panamá e Canadá conseguiram sua classificação para o Peru-2023 ao se classificarem para as semifinais do torneio regional.

Estados Unidos, México e Canadá sediarão a Copa do Mundo de 2026, na qual “mais três seleções da Concacaf se classificarão com certeza, e possivelmente até cinco”, disse Infantino.

“Esta próxima Copa do Mundo (da Fifa) na América do Norte será a Copa do Mundo da América; será a Copa do Mundo que mudará o equilíbrio do futebol, porque vamos focar nosso trabalho nesta parte do mundo”, acrescentou.

Presidentes e altos dirigentes das federações de Belize, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua e Panamá participaram do Congresso da UNCAF.

Durante o encontro, o panamenho Pedro Chaluja foi eleito presidente da UNCAF para o triênio 2023-2027, em substituição ao guatemalteco Rafael Tinoco, que comandou a entidade esportiva por 16 anos.

Infantino também participou do 38º Congresso Ordinário da Concacaf, na mesma cidade, onde seu presidente, o canadense Víctor Montagliani, foi reeleito por unanimidade.

*As informações são da AF´P.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads