Brasil

Contrariando a lei, ex-presidente da Caixa integrava 21 conselhos, e salário passava dos R$ 230 mil

Em | Da Redação

Atualizado em

Contrariando a lei, ex-presidente da Caixa integrava 21 conselhos, e salário passava dos R$ 230 mil

Em tese, Pedro Guimarães, alvo de denúncia de assédio sexual por funcionárias

O agora ex-presidente da Caixa Pedro Guimarães era membro de pelo menos 21 conselhos de administração de empresas ligadas à estatal em 2021. No fim do mês, o salário dele, por causa da remuneração dos conselhos, poderia saltar de R$ 56 mil para mais de R$ 230 mil, como mostram dados  obtidos pelo R7 relativos a junho de 2021, quando Guimarães recebeu R$ 230.940.

A situação contrariava o artigo 20 da Lei das Estatais, que proíbe “a participação remunerada de membros da administração pública, direta ou indireta, em mais de 2 (dois) conselhos, de administração ou fiscal, de empresa pública, de sociedade de economia mista ou de suas subsidiárias”.

Em documento de 2021 obtido com exclusividade pelo R7, Guimarães aparece como presidente dos conselhos de administração do Banco Pan, da Elo, da Caixa Cartões, da Caixa Seguridade e da Caixa Participações

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads