Brasil

Comerciante é preso no Recife com 58 celulares roubados

Em | Da Redação

Atualizado em

Comerciante é preso no Recife com 58 celulares roubados
Foto: Reprodução Internet

Com 58 celulares com queixa de roubo e furto em sua loja, um comerciante foi preso em flagrante por receptação qualificada no Camelódromo da Avenida Dantas Barreto, no Centro do Recife. A Polícia Civil suspeita que ele fazia parte de uma quadrilha com ramificação na Paraíba.

O delegado Breno Maia, da Delegacia da Rio Branco, informou que o vendedor já era monitorado pelas equipes de inteligência. “A gente já vinha investigando esse tipo de associação e já tinha alguns nomes específicos. Na sexta-feira passada, a equipe de investigação conseguiu chegar até esse suspeito que foi preso. Ele estava próximo ao box onde guardava os equipamentos e lá apreendemos os aparelhos celulares”, relatou.

Segundo a apuração da Polícia, alguns celulares eram revendidos para outros estados, após serem ‘encomendados’. O suspeito contou que ficou desempregado há cerca de oito meses e começou a vender os aparelhos, pois teriam um retorno maior do que se trabalhasse de forma lícita.

A variedade de marcas e modelos chama atenção, em especial a quantidade de iPhone. O smartphone da Apple era rejeitado pelos criminosos por conta da tecnologia de segurança. O delegado comentou que os criminosos já conseguem burlar o acesso ao dispositivo. “Hoje em dia, infelizmente, as pessoas dispõem de tecnologia para tudo. Então, hoje não é mais impossível se resetar um iPhone”, ressaltou.

Quem compra produtos com furtados ou roubados pode responder criminalmente, frisou a delegada Kelly Luna, que orientou o cliente a observar alguns indícios suspeitos antes da compra, como:

– Verificar se o preço do produto está muito abaixo do mercado;

– Verificar a procedência da empresa;

– Conferir a nota fiscal no site da Receita Federal e sua compatibilidade com o produto.

A maneira mais eficaz de recuperar o celular é se prevenir através do cadastro no programa Alerta Celular, da Secretaria de Defesa Social (SDS). Após o aparelho ser subtraído, o delegado Antônio Barros pede que dono registre o boletim de ocorrência com o código IMEI. Ele fica na caixa do celular e também pode ser acessado se digitar *#06# no telefone. Quando a Polícia recuperar o celular, ela consegue identificar o dono e devolver o aparelho.

 

Da redação do PortalPE10, com informações do JC Online.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads