Brasil

Ciro Gomes no JN sobre Bolsonaro na pandemia: ‘Comportamento genocida’

Em | Da Redação

Atualizado em

Ciro Gomes no JN sobre Bolsonaro na pandemia: ‘Comportamento genocida’

Ciro Gomes no JN sobre Bolsonaro na pandemia: ‘Comportamento genocida’

O candidato à presidência Ciro Gomes (PDT) criticou o segundo colocado das pesquisas das eleições deste ano, o presidente Jair Bolsonaro (PL). Durante a sabatina no Jornal Nacional, nesta terça-feira (23), ele descreveu a gestão do atual chefe do Executivo durante a pandemia de Covid-19 como um “comportamento genocida”.
De acordo com o ex-governador do Ceará, ele assistiu à sabatina de Bolsonaro no programa nessa segunda-feira (22). Vale lembrar que as polêmicas declarações do presidente durante a pandemia foram discutidas, como a fala de virar um jacaré se tomar a vacina contra a Covid-19.
Ciro aproveitou para comentar sobre o assunto. “Eu vi ontem o cidadão aqui, o senhor presidente da República. O Brasil, meu irmão, tem 3% da população do mundo, e aqui morreram 11 de cada 100 pessoas que morreram no mundo, na pandemia. Qual é a explicação? Foi o comportamento genocida, que é uma palavra ruim, dura, mas foi o comportamento anticiência”, afirmou.
Além disso, ele também apontou que o presidente chegou a negligenciar os imunizantes por uma briga política com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). “Foi o adiamento eterno por politicagem barata com a questão das vacinas. Falaram que em janeiro se vacinariam. Vacinou porque o governador de São Paulo transformou isso na sua principal ferramenta”, elogiou.
Ciro Gomes é o segundo sabatinado para as eleições presidenciais no principal noticiário da TV Globo. Ontem (22), o presidente Jair Bolsonaro abriu a série de entrevistas.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads