Brasil

CHUVAS :Sobe para mais de 22 mil o número de desalojados e desabrigados em AL

Cidade de Matriz do Camaragibe, localizada no Litoral Norte de Alagoas, é a que apresenta o maior número de vítimas das chuvas: são 3.548, sendo 3.158 desalojadas e 390 desabrigadas

Em | Da Redação

Atualizado em

CHUVAS :Sobe para mais de 22 mil o número de desalojados e desabrigados em AL
Governador Paulo Dantas decretou situação de emergência e acionou o governo federal por apoio

Subiu para mais de 22 mil o número de pessoas que estão desalojadas e desabrigadas em Alagoas após as fortes chuvas que caem em Alagoas desde sexta-feira (7). O novo boletim foi divulgado pela Defesa Civil do Estado, na manhã deste domingo (9).

Conforme os dados repassados pela Defesa Civil, a cidade de Matriz do Camaragibe, localizada no Litoral Norte de Alagoas, é a que apresenta o maior número de vítimas das chuvas: são 3.548, sendo 3.158 desalojadas e 390 desabrigadas.

Já Marechal Deodoro é o segundo município da lista com mais pessoas afetadas pelas chuvas em Alagoas. Os números do órgão mostram que 2.928 estão desalojadas e 76 desabrigadas, chegando ao total de 3.004 pessoas.

Mais de 20 municípios de Alagoas já decretaram situação de emergência com duração de 180 dias por consequência das chuvas intensas que maltratam regiões de Alagoas

São Miguel dos Milagres aparece como a terceira cidade, com 2.860 desabrigados e desalojados, sendo 12 e 2.848, respectivamente. Em Rio Largo, os números também são altos. Do total de 2.108 pessoas afetadas pelas chuvas, 1.913 estão desalojadas e 195 desabrigadas.

O governador Paulo Dantas, ao lado do corpo de secretariado, assinou o termo que decretou estado de emergência em 29 municípios. Ele também anunciou a criação de um comitê integrado entre órgãos e secretarias de estado.

Os municípios abraçados pelo decreto são: Atalaia, Barra de São Miguel, Branquinha, Colônia Leopoldina, Coqueiro Seco, Flexeiras, Ibateguara, Jacuípe, Joaquim Gomes, Maragogi, Matriz de Camaragibe, Murici, Paulo Jacinto, Paripueira, Pilar, Quebrangulo, Rio Largo, São José da Laje, Santana do Mundaú, São Luís do Quitunde, São Miguel dos Milagres, União dos Palmares, Penedo, Marechal Deodoro, Cajueiro, Capela, Viçosa, São Miguel dos Campos e Satuba.

De acordo com a Defesa Civil, o número de pessoas afetadas pelas chuvas cresceu de forma substancial porque municípios localizados na região metropolitana começaram atualizar seus dados.

Além dos desabrigados, foi registrado até o momento um óbito.

 

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads