Pernambuco

Casos de reação a pomadas capilares crescem no Recife; saiba os riscos para a visão

Em | Da Redação

Atualizado em

Casos de reação a pomadas capilares crescem no Recife; saiba os riscos para a visão
Anvisa interditou uso de diferentes marcas do produto

Anvisa interditou uso de diferentes marcas do produto

O que deveria ser apenas diversão tem gerado transtornos para diversos foliões que buscam se produzir para as prévias carnavalescas. Nos últimos dias, aumentaram os relatos de pessoas que têm apresentado reações a pomadas modeladoras capilares, comumente usadas para fazer penteados como tranças e baby hair.

De domingo até esta segunda-feira (6) pela manhã,  por exemplo, a Fundação Altino Ventura (FAV), especializada em saúde ocular, registrou 69 casos de pacientes da Região Metropolitana do Recife que tiveram a visão afetada após usarem o produto.

Como explica o especialista, a reação se dá após o produto presente na pomada escorrer pelos fios e entrar em contato com os olhos, o que costuma ocorrer por meio da água (do banho, chuva, piscina, etc.) ou pelo suor, por exemplo. No entanto, ainda não se sabe qual substância específica está causando os sintomas, que vão desde dor, vermelhidão e lacrimejamento, até sensibilidade à luz e ao piscar dos olhos.

“Por se tratar de um trauma químico, é um trauma bastante severo. E a depender da magnitude da lesão e do tempo de exposição, a gente pode ter desde sequelas temporárias, de perda de visão e intensificação desses sintomas, até uma lesão permanente, se essa lesão for sustentada e muito grande, podendo chegar a uma pacificação da córnea com necessidade de transplante, caso essa lesão seja muito extensa”, destacou Espósito.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads