Brasil

Câncer de pulmão: estudo mostra remédio que reduz avanço da doença

Mais de metade dos pacientes que tomaram o remédio, chamado de lorlatinib, não sofreram progressão da doença após cinco anos

Em | Da Redação

Atualizado em

Câncer de pulmão: estudo mostra remédio que reduz avanço da doença
Mais de metade dos pacientes que tomaram o remédio, chamado de lorlatinib, não sofreram progressão da doença após cinco anos

Uma boa notícia para a comunidade médica! Nesta sexta-feira (31), foram publicados resultados de ensaios clínicos do uso do medicamento intitulado como Lorlatinibe. O fármaco, criado no laboratório da Pfizer, reduz significativamente a progressão do câncer e melhora os resultados de sobrevivência de pessoas em fases avançadas de uma forma rara de câncer de pulmão.Os resultados foram publicados na reunião anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica e no Journal of Clinical Oncology.

Lorlatinibe, é um produto já aprovado e disponível sob a marca Lobrena nos EUA, e foi testado em um ensaio clínico com centenas de pessoas que sofrem de uma forma avançada de linfoma quinase anaplásico, conhecido pela sigla ALK, em câncer de pulmão de não pequenas células (NSCLC, na sigla em inglês).

RESULTADO DOS TESTES
Nos testes com o novo medicamento, mais de metade dos doentes (60%) diagnosticados com formas avançadas de câncer de pulmão que tomaram lorlatinib ainda estavam vivos cinco anos mais tarde, sem progressão da doença. Em comparação, a taxa foi de 8% em pacientes tratados com um medicamento padrão, concluiu o estudo.

“Estamos falando de pacientes com doença metastática avançada, portanto esta é uma descoberta sem precedentes”, disse em entrevista a AFP, Despina Thomaidou, da empresa Pfizer.

COMO O MEDICAMENTO FUNCIONA?
O Lorlatinibe penetra melhor na barreira hematoencefálica do que os medicamentos da geração anterior, disse Thomaidou, e atua inibindo mutações tumorais que impulsionam a resistência. Os efeitos colaterais do lorlatinibe incluíram inchaço, ganho de peso e problemas de saúde mental, como depressão.

CÂNCER DE PULMÃO
Segundo o jornal britânico The Guardian, o câncer de pulmão é a principal causa de morte por câncer no mundo, sendo responsável por cerca de 1,8 milhões de mortes todos os anos. As taxas de sobrevivência nas pessoas com formas avançadas da doença, onde os tumores se espalharam, são particularmente baixas.

SINTOMAS
A identificação do câncer de pulmão requer um diagnóstico médico. Os sintomas incluem tosse (muitas vezes com sangue), dor no peito, sibilo e perda de peso. Geralmente, esses sintomas aparecem apenas nas fases mais avançadas do câncer.

As pessoas podem ter:

Dores locais: costela ou peito

Tosse: com catarro, seca, com sangue, forte ou crônica

No sistema respiratório: falta de ar, infecções respiratórias frequentes ou respiração sibilante

No corpo: fadiga ou perda de apetite

Também é comum: inchaço dos gânglios, perda de peso ou pressão no peito

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads