Brasil

Caixa começa a financiar imóveis de até R$ 350 mil pelo Minha Casa, Minha Vida

Mudanças no programa habitacional, que começam a valer nesta sexta-feira (7), permitem juros menores para rendas mais baixas

Em | Da Redação

Atualizado em

Caixa começa a financiar imóveis de até R$ 350 mil pelo Minha Casa, Minha Vida
DIVULGAÇÃO/SECOVI – 4.5.2018

As novas regras do programa Minha Casa, Minha Vida começam a valer a partir desta sexta-feira (7) na Caixa Econômica Federal, que tem a expectativa de aumentar o acesso ao crédito imobiliário com o programa habitacional. As mudanças estabelecem um fatiamento das faixas de renda para permitir juros menores para as famílias com rendimentos mais baixos.

Na Faixa 1, que compreende renda familiar de até R$ 2.640, quem ganha até R$ 2.000 teve redução na taxa, de 4,25% para 4% nas regiões Norte e Nordeste e de 4,5% para 4,25% no restante do Brasil. Houve também atualização dos valores de subdivisões da Faixa 2 (até R$ 4.400). Os limites superiores da Faixa 2 e 3 (até R$ 8.000), por sua vez, foram mantidos.

Para a classe média, aumentou para R$ 350 mil o valor do teto do imóvel para a Faixa 3, que permite o acesso a financiamentos com as taxas de juros mais baratas do programa, de até 7,66%. Neste ano, a meta é a contratação de 440 mil unidades com recursos do FGTS, contra 380 mil no ano passado. Já foram contratadas até a metade do ano 220 mil.

Belém (PA), 16.06.2023 – Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva faz entrega de casas do Minha Casa, Minha Vida, em Abaetetuba (PA). Foto: Ricardo Stuckert/PR

Outra mudança foi o aumento do valor máximo do subsídio do FGTS de R$ 47.500 para R$ 55 mil, que pode ser acessado pelas faixas 1 e 2 do Minha Casa, Minha Vida (até R$ 4.400 de renda familiar). Na avaliação da Caixa, essas condições, aliadas ao maior prazo de empréstimo (de até 35 anos), aumentam o montante do imóvel que pode ser financiado, reduzindo o valor que o comprador tem que dar de entrada.

Na avaliação da vice-presidente de Habitação do banco, Inês Magalhães, as novas condições de juros e subsídios devem contribuir para baixar o valor da entrada dos financiamentos, o principal entrave para o acesso ao crédito com recursos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). O programa habitacional foi relançado pelo governo de Luiz Inácio Lula da Silva, após a iniciativa ter assumido o nome de Casa Verde Amarela sob Jair Bolsonaro.

 

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads