Política

Bolsonaro afirma que Zambelli o traiu e fez acordo com Alexandre de Moraes

Em | Da Redação

Atualizado em

Bolsonaro afirma que Zambelli o traiu e fez acordo com Alexandre de Moraes
Ex-presidente começou a desconfiar quando o magistrado desbloqueou os perfis da parlamentar nas redes sociais

 

Bolsonaro disse acreditar que a parlamentar fez um acordo com o ministro do Supremo Tribuna Federal (STF) Alexandre de Moraes para retornar às redes sociais e se ver livre da ameaça de ser presa.

Ele teve essa certeza no dia 6 de fevereiro, quando leu a notícia de que o magistrado tinha permitido que Zambelli reativasse suas redes, então suspensas por ordem do tribunal.As informaações são da Jornalista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo

Na decisão em que desbloqueou os perfis dela no Facebook, Twitter, Instagram, TikTok, Gettr, WhatsApp e Linkedin, o magistrado afirma que houve “a cessação”, por parte de Zambelli, “de conteúdos revestidos de ilicitudes e tendentes a transgredir a integridade do processo eleitoral”.

Ex-presidente começou a desconfiar quando o magistrado desbloqueou os perfis da parlamentar nas redes sociais

Num primeiro momento, a reação de Bolsonaro pareceu exagerada a seus amigos e auxiliares com quem mantém contato direto.

Eles creditavam as falas ao que definem como paranoia do ex-presidente, que sempre desconfiaria de tudo e de todos ao seu redor, acreditando apenas na lealdade de seus próprios filhos.

Zambelli disse, por exemplo, que a prioridade dela agora não é mais defender Bolsonaro, mas sim atacar o presidente Lula (PT).

“Eu tinha o papel de defender Bolsonaro e o governo, qualquer um que os atacasse tinha que virar um alvo meu. Nesta legislatura, Bolsonaro não é mais presidente, então nosso alvo tem que ser Lula, seus feitos e desfeitos”, afirmou.

Disse ainda que atacava o Supremo para “proteger” o ex-presidente. E admitiu que partiu dela a iniciativa de lançar uma ponte de diálogo com Alexandre de Moraes para inclusive protegê-lo do PT.

“Liguei [para Alexandre de Moraes] e mandei um email. Alguns dias depois, minha rede foi devolvida, pode ter sido um gesto. Estou à disposição dele para conversar. Porque ele vai ser um alvo do PT daqui a pouco. O PT não vai se contentar em indicar somente os dois ministros que vão se aposentar”, afirmou ela na entrevista.

 

 

 

 

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads