Brasil

Bancos vão renegociar dívidas a partir de 1º de março;saiba como participar

Em | Da Redação

Atualizado em

Bancos vão renegociar dívidas a partir de 1º de março;saiba como participar

 

Os bancos de todo o país iniciam em 1º de março um mutirão de renegociação de dívidas de seus clientes. Promovida pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos) em parceria com o Banco Central, a Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor) e Procons, a ação vai até o dia 31 de março.

Será possível renegociar débitos em atraso diretamente com os bancos, em seus canais na internet, telefone e agências, ou pelo portal Consumidor.gov.br. É preciso ter senha da plataforma Gov.br nível prata ou ouro para acessar o portal.

Consumidores poderão negociar dívidas em atraso com bancos a partir do dia 1º de março, no Mutirão de Negociação e Orientação Financeira, promovido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em parceria com o Banco Central do Brasil, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) e Procons de todo o país.

Segundo a organização, podem ser negociadas dívidas no cartão de crédito, cheque especial, crédito consignado e outras modalidades, exceto aquelas que tenham bens dados em garantia (como veículos, motocicletas e imóveis).

A negociação pode ser feita diretamente com o banco ou financeira usando os canais oficiais da instituição ou pelo portal Consumidor.gov.br.

Até o dia 31 de março, serão oferecidos descontos e prazos especiais de pagamento da dívida, a critério de cada instituição.

“Durante o Mutirão Nacional, os bancos irão oferecer condições especiais para que o consumidor possa organizar a sua vida financeira. A renegociação de dívida costuma ocorrer por meio de alongamento de prazos, redução de taxas, alteração nas condições de pagamento, obtenção de recursos adicionais ou, ainda, a migração para outras modalidades de crédito mais baratas”, explica Amaury Oliva, diretor-executivo de Cidadania Financeira da Febraban.

 

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads