Brasil Política

Após denúncia de Bolsonaro, TSE exonera servidor responsável por inserções da propaganda eleitoral

Em | Da Redação

Atualizado em

Após denúncia de Bolsonaro, TSE exonera servidor responsável por inserções da propaganda eleitoral
(Foto: Roberto Jayme/Ascom/TSE)

(Foto: Roberto Jayme/Ascom/TSE)

O Tribunal Superior Eleitoral(TSE) decidiu exonerar o servidor Alexandre Gomes Machado, assessor de gabinete da Secretaria Judiciária da Secretaria-Geral da Presidência. A demissão ocorre em meio à denúncia da campanha do presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) sobre ter sido prejudicado em inserções nas rádios no Nordeste.

Machado exercia a função de Coordenador do Pool de Emissoras, sendo o responsável pelo recebimento dos arquivos com as peças publicitárias e sua disponibilização no sistema eletrônico do TSE, para que sejam baixadas pelas emissoras de rádio e TV.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads