Brasil

Anestesista é preso por estuprar mulheres em cirurgias

Em | Da Redação

Atualizado em

Anestesista é preso por estuprar mulheres em cirurgias

Um anestesista foi preso temporariamente nesta segunda-feira, por agentes da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav), por estupro de vulnerável. O colombiano Andres Eduardo Oñate Carrilo, de 32 anos, é suspeito de violentar ao menos duas mulheres sedadas durante cirurgias. Segundo a Polícia Civil, o médico, que atuava em unidades públicas e particulares do Rio, ainda gravava os crimes e armazenava o conteúdo. A polícia também cumpriu mandado de busca e apreensão no imóvel.

As duas pacientes gravadas pelo médico estavam numa mesa de cirurgia e aparentavam estar desacordadas por efeito da anestesia. Uma delas teria sido operada em um hospital da rede pública estadual e outra da rede federal, ambos no Rio.

Andres Eduardo foi preso no apartamento em que mora com a esposa, em um condomínio da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. O médico está em situação legal no país e atua tanto em hospitais públicos quanto particulares.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads