Brasil

22 mulheres são presas por utilizarem documentos falsos para visitarem presos em presídio

Durante a abordagem, foram apreendidas quatro porções de maconha, duas de cocaína, 200 papelotes de seda, sete carregadores, sete cabos USB e chips para celulares

Em | Da Redação

Atualizado em

22 mulheres são presas por utilizarem documentos falsos para visitarem presos em presídio

Vinte e duas mulheres foram presas no último domingo (7) sob suspeita de tentar entrar na Penitenciária Central do Estado (PCE) em Cuiabá, no Mato Grosso, utilizando Carteiras Individuais de Visitantes (CIV) falsificadas para visitar detentos. De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT), cinco dessas mulheres foram encontradas com substâncias ilícitas.

A Secretária Adjunta de Administração Penitenciária (SAAP) esclareceu que as suspeitas não seguiram os procedimentos regulares para solicitar as carteiras de visitantes, uma vez que não havia protocolos de entrada para a emissão desses documentos, indicando que as carteiras apresentadas eram falsas. Além disso, os dispositivos de segurança não estavam em conformidade com nenhum dos códigos utilizados nas carteiras de visita.

A detecção das drogas ocorreu após as mulheres passarem pelo escâner corporal, levantando suspeitas entre os policiais penais, que, posteriormente, realizaram revistas nas suspeitas. Durante a abordagem, foram apreendidas quatro porções de maconha, duas de cocaína, 200 papelotes de seda, sete carregadores, sete cabos USB e chips para celulares. Todo o material estava oculto nos corpos das visitantes.

Deixe sua opinião

Advertisements
20 - Banner Threads