Nos siga nas redes sociais

Esportes

Náutico não segura Flamengo e dá adeus à Copa do Brasil

A superioridade da equipe carioca sobressaiu e o Urubu bateu os alvirrubros por 2×0,

Publicado

em

ás

Chegou ao fim a passagem do Náutico pela Copa do Brasil. O Timbu precisava de um empate sem gols para avançar às oitavas de final da competição, mas isso foi insuficiente para segurar o Flamengo, nesta noite, na Arena Pernambuco. A superioridade da equipe carioca sobressaiu e o Urubu bateu os alvirrubros por 2×0, com gols de Jorge e Guerrero, resultado mais do que suficiente para eliminar os donos da casa.

Mesmo tendo a vantagem de avançar de fase com um empate por 0×0, o Náutico não jogou na retranca, como se poderia supor. Principalmente nos minutos iniciais. No início do jogo, o Timbu foi para cima do adversário, como se fossem os alvirrubros que necessitassem de uma vitória. No entanto, apesar das muitas tentativas, os mandantes tropeçavam na própria escassez de criatividade.

Já o Flamengo, por outro lado, parecia mais apático no início da partida. Dotado de muito mais qualidade técnica, a equipe carioca jogava à espera de que um dos seus talentosos atacantes criasse oportunidades. E a primeira grande chance veio dos visitantes. Everton fez boa jogada pela esquerda e cruzou. Guerrero matou a bola com categoria e mandou forte, mas a bola estufou as redes pelo lado de fora.

No final do primeiro tempo, Emerson Sheik, que até então estava sumido em campo, levou perigo duas vezes, sem sucesso. Contudo, logo no inicio da segunda etapa, a maior qualidade do Urubu fez a diferença. Marcelo Cirino descolou um ótimo passe de calcanhar para Canteros. O meio-campista cruzou, Sheik dominou, passou para Everton, que rolou para Jorge bater sem chances e abrir o placar para o Flamengo.

Depois do gol sofrido, o Náutico melhorou consideravelmente, sobretudo após a entrada do estreante Bergson. Rogerinho parou em César. Douglas, por duas vezes, mandou para fora. Renato também parou no goleiro flamenguista. Aí a máxima do “quem não faz, leva”, entrou em campo. Após perder inúmeros gols, o Timbu foi castigado. Em contra-ataque, Marcelo Cirino arrancou e deixou Guerrero livre para fazer o 2×0 e selar a eliminação alvirrubra.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.